A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) apresenta hoje uma campanha dirigida aos utilizadores de bicicletas para criar um sentimento de responsabilidade e alertar para as situações de maior risco.

A campanha «Segurança dos ciclistas, uma responsabilidade partilhada» pretende «criar um sentimento de responsabilidade dos utilizadores de velocípedes, atendendo aos seus direitos e deveres, e alerta para as situações de maior risco», além de desenvolver «a consciência cívica dos condutores de veículos motorizados em relação aos velocípedes», refere a ANSR.

Com as alterações ao Código da Estrada, que entraram em vigor em janeiro deste ano, os ciclistas ganharam novos direitos e adquiriram um novo estatuto no ambiente rodoviário, passando a ser equiparados aos veículos motorizados.

Em 2013, registaram-se 1.762 acidentes envolvendo bicicletas, mais 275 do que em 2012, quando ocorreram 1.487, indicam dados dados da ANSR.

Os 1.762 acidentes com bicicletas provocaram 20 mortos, número igual ao de 2012, 89 feridos graves, menos um do que em 2012, e 1.599 feridos ligeiros, mais 271.

No ano passado, a colisão foi o tipo de acidente mais frequente envolvendo ciclistas e os desastres com bicicletas representaram quatro por cento do total de desastres registados nas estradas portuguesas.

A apresentação da campanha «Segurança dos ciclistas, uma responsabilidade partilhada» vai decorrer nas instalações da ANSR e vai contar com a presença do secretário de Estado da Administração Interna, João Almeida.