Se pedalar, beba. Numa ilha de temperaturas bastante amenas, bem precisa de beber para tocar esta bicicleta para a frente. Mas, como diz o ditado, a união faz a força e aqui isso conta.

“O próprio cliente é que pedala e conjuga o passeio turístico com o exercício físico”, destacou o empresário, adiantando que haverá também a oferta de produtos regionais, estando já decidido que a empresa vai começar pelas bebidas, como a cerveja, os sumos ou o Vinho Madeira.

“É uma bicicleta coletiva, está homologada para 18 passageiros e um condutor, que oferece uma visita guiada pela baixa do Funchal, passando em alguns pontos de interesse para os turistas”, explicou Vítor Melim que, com Mário Ulisses levaram o pequeno projeto turístico até à Madeira.

Tem seis metros de comprimento, 2,80 metros de altura e 1,90 de largura e representa um investimento de 15 mil euros.

Vítor Melim explicou à Lusa que começou já a fase de testes, para que, “dentro de um mês”, esteja a percorrer a Avenida do Mar, a marginal do Funchal.