Uma bíblia manuscrita em Barcelos por 707 pessoas, numa “missão” que durou mais de seis anos, vai “desfilar” a 3 de maio pelas ruas da cidade, integrada na procissão solene da Festa das Cruzes.

O prior de Barcelos, Abílio Cardoso, disse, esta segunda-feira à Lusa, que na procissão será também mostrada a arca em que aquela bíblia está guardada, na Igreja Matriz de Barcelos. 

A bíblia manuscrita de Barcelos é composta por 12 volumes, cada qual com uma capa diferente, concebida com folhas de estanho e pasta de ouro. “Foi uma aventura que começou em março de 2009, quando decidimos escrever à mão as Cartas de S. Paulo, para assinalar o Ano Paulino”, contou Abílio Cardoso. Como o caminho se faz caminhando, concluídas aquelas cartas continuou-se com a manuscrita do Novo Testamento e, depois, do Antigo Testamento.

Tudo trabalho voluntário, envolvendo homens e mulheres dos diferentes extratos sociais e das mais variadas profissões”, acrescentou Abílio Cardoso.

No total, a denominada “Bíblia de Barcelos” é composta por 12 volumes, um número que não foi escolhido ao acaso, já que representa as 12 tribos de Israel (Antigo Testamento), e os 12 apóstolos (Novo Testamento).

Esta bíblia vai ser a novidade da procissão solene da Festa das Cruzes, que é conhecida por integrar as 89 cruzes das paróquias do concelho de Barcelos.