Um incêndio numa suinicultura, que deflagrou ao início da noite, no Monte da Preguiça, na freguesia de Baleizão, concelho de Beja, matou “entre 100 a 200” porcos, informaram a Proteção Civil e a GNR.

O fogo, cujo alerta foi dado aos bombeiros às 18:56, atingiu “uma estrutura onde se encontravam suínos”, a qual “foi consumida” pelas chamas e “abateu”, com os animais no interior, explicou à agência Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja.

Contactada pela Lusa, fonte do Comando Territorial de Beja da GNR estimou que tenham morrido “entre 100 a 200 animais”, mas, por ser de noite, os prejuízos só vão ser contabilizados na segunda-feira.

Na segunda-feira é que se vai avaliar melhor a situação e contabilizar os suínos que morreram”, sublinhou a fonte da Guarda.

Questionada pela Lusa quanto ao que poderá ter provocado o fogo, a GNR disse que a origem e as causas do sinistro “ainda vão ser investigadas”.

O combate às chamas, que foram consideradas extintas às 20:25, mobilizou 24 operacionais, apoiados por sete viaturas, das corporações de bombeiros de Beja, Ferreira do Alentejo e Serpa, assim como da GNR.