O Papa batizou hoje na Capela Sistina 34 crianças, na maioria filhas de funcionários do Vaticano.

Foi a quinta vez, desde o início do seu pontificado, que Francisco presidiu à missa na Festa do Batismo do senhor, que em Portugal se celebra amanhã.

Na cerimónia, que encerrou o tempo litúrgico do Natal, o Papa foi interrompido várias vezes pelo choro dos bebés.

No habitual tom descontraído, Francisco gracejou com o barulho e deixou um conselho especial às mães: "se (os bebés) começam a "dar concerto" é porque não se sentem confortáveis, têm calor, não se sentem bem ou têm fome. Se têm fome dêem-lhes mamã. Sem medo, dêem-lhes de comer."