Notícia atualizada às 10:39

A embarcação de recreio desaparecida desde quinta-feira à noite, quando deveria ter regressado à marina da Calheta, na Madeira, foi localizada esta sexta-feira e os seus dois ocupantes «estão bem», disse à agência Lusa o capitão do Porto do Funchal.

«A embarcação foi localizada a 2,5 milhas a noroeste da Ponta do Pargo, virada, e os dois ocupantes estavam em cima do casco e encontram-se bem», explicou Félix Marques, adiantando que o semirrígido foi localizado pela embarcação salva-vidas da Capitania.

A embarcação de recreio deveria ter regressado à marina da Calheta na quinta-feira à noite. «A Capitania do Funchal foi informada pelas 00:30 de que essa embarcação não teria regressado a terra. Foram feitas diligências junto da costa, nomeadamente na marina da Calheta e Paul do Mar, para verificar se essa embarcação se encontrava atracada, mas não estava», referiu Félix Marques.

O responsável informou que «foram acionados para fazer as buscas no mar o navio patrulha ¿Cacina¿, uma embarcação salva-vidas da capitania e outra embarcação salva-vidas do Sanas [Associação Madeirense para Socorro no Mar] na tentativa de a localizar», o que sucedeu hoje de manhã.

O responsável acrescentou que os dois elementos na embarcação são homens que «saíram de manhã da marina da Calheta para fazer caça submarina».