Uma embarcação de pesca costeira com seis tripulantes a bordo ficou esta sexta-feira com as redes presas no hélice, ao largo de Aveiro, tendo sido acionados vários meios para a auxiliar, informou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

O alerta foi dado cerca das 06:50, quando a embarcação "Travesso" se situava na zona da rebentação, a sul de Aveiro.

De imediato, foram acionados pelo Capitão do Porto de Aveiro, uma embarcação salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), uma semirrígida da Polícia Marítima e uma mota de água.

Pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa foram ainda acionados um helicóptero da Força Aérea Portuguesa e o navio 'NRP Figueira da Foz' da Marinha.

"Com a movimentação do mar, as redes que prendiam o hélice acabaram por se soltar e a embarcação regressou a terra pelos próprios meios, com quatro pescadores a bordo", refere um comunicado divulgado no sítio da AMN.


Os restantes dois tripulantes foram retiradospela mota de água e levados para a embarcação da Estação Salva-vidas, sendo depois transportados para o porto de Aveiro, onde os aguardava uma ambulância para prestar socorro, visto que ambos se encontravam em estado de choque e de má disposição.

Neste momento, segundo a AMN, está em curso uma operação de remoção das redes do "Travesso" deixadas na água, pela moto de água do ISN com auxílio do mestre da embarcação, refere a Lusa.