Os casos de Legionella subiram para 291, segundo o último balanço da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. Há, assim, a contabilizar 27 novos casos na região, «verificando-se assim uma tendência de diminuição», lê-se em comunicado.

Das 291 pessoas infetadas, 49 encontram-se internadas em Unidades de Cuidados Intensivos, sendo que nove pessoas já tiveram alta clínica.

Mantêm-se as sete mortes de que se deu já notícia durante a manhã: cinco no Hospital de Vila Franca de Xira e duas no Centro Hospitalar Lisboa Norte.


«A rede hospitalar da Região de Lisboa e Vale do Tejo continua a funcionar em estreita articulação mantendo a capacidade de resposta face à situação, quer em termos de internamento, quer em termos de disponibilidade de camas em cuidados intensivos», adianta o mesmo comunicado.