ACTUALIZADA ÀS 21h49

Vários disparos foram ouvidos, este domingo, no Bairro Portugal Novo, nas Olaias, onde se encontram várias equipas do corpo de intervenção rápida da PSP. Segundo indicações dos moradores, ainda sem confirmação, poderá estar em causa a ocupação de uma casa camarária.

VEJA AS FOTOS

Fonte do Comando Metropolitano da PSP confirmou ao tvi24.pt que houve disparos e arremesso de pedras no local, entre indivíduos cuja identificação é ainda desconhecida.

«Ouvi vários tiros cerca das 19 horas», disse à Lusa um dos moradores do bairro que não que se quis identificar.

VEJA O VÍDEO

Um outro morador, Marco Pereira, de 22 anos, disse que os disparos «não têm nada a ver com questões de droga, mas sim com problemas sociais».

Fonte do Comando Metropolitano da PSP adiantou que o alerta foi dado cerca das 18h00, quando várias pessoas telefonaram dando conta de disparos na zona.

Cerco de prevenção

A mesma fonte acrescentou que se encontram no local uma equipa de investigação criminal e duas de intervenção rápida, num total de dezena e meia de polícias.

Segundo dados avançados ao tvi24.pt por fonte da PSP no local, será montado um esquema preventivo de segurança durante a noite na tentativa de prevenir futuros confrontos. A mesma fonte negou ainda a ocorrência de agressões a moradores, alegando terem apenas aplicado «a força proporcional» à ocorrência.

Não foram os primeiros conflitos

«Já tinham acontecido pequenas exaltações, pequenos desacatos, relacionados com a ocupação de casas, mas nada de grave, tudo coisas pequenas», afirmou Fernando Braamcamp, em declarações à agência Lusa.

O presidente da Junta de Freguesia do Alto do Pina afirmou que já se verificaram «pequenos desacatos» relacionados com a ocupação de casas no Bairro Portugal Novo, nas Olaias, e que as autoridades estão alertadas para o problema.