Uma das 27 pessoas que deram entrada hoje no Hospital de Vila Franca de Xira, infetadas com a bactéria legionella, está em estado grave nos Cuidados Intensivos, disse à Lusa fonte oficial daquela unidade hospitalar.

Segundo a mesma fonte, sete pessoas estão internadas nos Cuidados Intensivos e Intermédios, sendo que uma destas está «ventilada». «É o que está pior», referiu.

Os internados têm entre os 30 e 80 anos e são de locais diferentes do concelho de Vila Franca de Xira. Até ao momento, ainda não foi estabelecido um elemento de ligação entre os infetados.

Para já, segundo fonte hospitalar, há apenas a certeza de que as pessoas foram infetadas através do ar, e não através da ingestão de água. A infeção por legionella não é contagiosa.

A situação está a ser acompanhada pela Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo que, em comunicado, sublinhou que, «dado que se trata de uma situação que não é transmissível de pessoa a pessoa, não há motivos para preocupação acrescida».

A bactéria legionella é responsável pela Doença dos Legionários, uma pneumonia grave, cuja infeção se transmite por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada.