A GNR indicou hnesta sexta-feira que vai intensificar, na madrugada de domingo, a fiscalização da condução sob influência de álcool e drogas, numa operação que vai mobilizar 1.104 militares.

Durante a operação «Baco», que se vai realizar entre as 00:00 e as 07:00 de domingo, a GNR vai orientar as ações de fiscalização nos locais onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e, consequentemente, dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, adianta uma nota da corporação citada pela Lusa.

Segundo a GNR, as ações vão ser direcionadas para as estradas nacionais, regionais e municipais de acesso aos estabelecimentos de diversão noturna.

A operação mobiliza um efetivo de 1.104 militares dos comandos territoriais, da Unidade Nacional de Trânsito e da Unidade de Intervenção.

Além do controlo da condução sob efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas, as ações de fiscalização também vão estar direcionadas para a deteção de ilícitos de natureza criminal.

Na nota de imprensa divulgada nesta sexta-feira, a GNR refere que a condução sob o efeito do álcool é uma das principais causas dos acidentes de viação em Portugal tendo, no ano de 2012, sido detetados 32.790 condutores em infração.

Nesse sentido, a GNR continua «a apostar nas ações de fiscalização de caráter preventivo», para combater a sinistralidade e proporcionar uma maior segurança nas estradas portuguesas, adianta ainda a corporação.