Um incêndio num armazém no centro comercial Babilónia, na Amadora, obrigou os bombeiros a evacuar o edifício, esta quarta-feira à tarde, apurou a TVI24 junto do CDOS de Lisboa.

De acordo com a mesma fonte, o alerta foi dado às 15:56 e o fogo foi dado como extinto e entrou em rescaldo às 16:14.

"O foco de incêndio foi num armazém", acrescentou.

O incêndio teve origem no piso -1 do estacionamento do centro comercial, num armazém de produtos de hotelaria que se propagou a um armazém lateral de material informático e de telemóveis, especificou à TVI24 o comandante do Bombeiros Voluntários da Amadora

A nossa preocupação foi que o incêndio não se propagasse a outros armazéns que existem no estacionamento, armazéns ilegais. Uma das nossas preocupações também foi retirar toda a gente, evacuar o edifício por completo porque não sabíamos o que poderia acontecer ali naquele estacionamento”, explicou Mário Conde.

O comandante dos bombeiros revelou que o fogo começou numa fritadeira elétrica, que estava no piso em questão.

Foi uma fritadeira que estava dentro do armazém, e que estavam a laborar com ela, e a temperatura da fritadeira passou para o armazém lateral através de uma chapa de condução”.

O mesmo responsável alertou que estão a ser cometidas ilegalidades no edifício do centro comercial, que colocam em perigo os utentes.

Ocuparam alguns espaços de estacionamento para fazer alguns armazéns ilegais, tem produtos altamente inflamáveis, que tem um sistema de deteção que não funcionou (…) e que poderá meter em risco um edifício enorme, com muita gente, (…) e que é uma preocupação nossa há algum tempo e temos que avisar as autoridades competentes para que tomem a tenção a este edifício”.

Não há feridos a registar neste incêndio, apenas danos materiais.

No local estiveram 23 operacionais e 8 veículos dos Bombeiros da Amadora, dos Bombeiros de Queluz, da PSP e do INEM.