Duas vítimas de queda em falésias em Portugal, uma na arriba sul da praia das Azenhas do Mar e outra numa arriba perto do Cabo São Vicente, foram resgatadas no sábado, anunciou hoje a Polícia Marítima.

Um homem que estava na apanha de polvo nas Azenhas do Mar foi resgatado após ter caído numa falésia e ficado inconsciente.

A base da arriba sul da praia das Azenhas do Mar é um local de “muito difícil acesso”, lê-se em comunicado, que explica que o homem participava "na apanha de polvo" e "inadvertidamente terá escorregado", caiu ao mar e ficou inconsciente.

Também no sábado, mas à tarde, uma mulher de 24 anos, de nacionalidade polaca, teve que ser resgatada quando caiu numa falésia ao praticar escalada numa arriba perto do Cabo de São Vicente, apresentando diversas lesões traumáticas.

Uma das [cordas de] seguranças falhou e as restantes não suportaram o peso do individuo, o que levou a sua queda a queda na falésia”.

No primeiro acidente, o homem foi assistido no local pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e pelos bombeiros voluntários de Colares, tendo sido depois transportado pelo helicóptero das Forças Aéreas Portuguesas (FAP) para o aeroporto de Figo Maduro.

Em seguida, foi transportado para o Hospital de São José, em Lisboa, sendo que se encontra “consciente e clinicamente estável”.

No segundo caso, a vítima, uma mulher polaca, foi estabilizada no local do acidente por uma equipa dos bombeiros de Vila do Bispo, mas devido à dificuldade no acesso por terra, o seu resgate teve de realizar-se por mar, através da embarcação salva-vidas SR33 da Estação Salva-vidas de Sagres.

A mulher foi transportada para o porto da Baleeira e encaminhada para o hospital.