A Autoridade Nacional de Proteção Civil lançou esta segunda-feira um aviso à população por causa do agravamento do estado do tempo.

Em comunicado, aquela autoridade alerta para o “agravamento dos caudais na bacia hidrográfica do Mondego, assim como a continuação de precipitação em regime de aguaceiros nos distritos de Viseu, Coimbra e Guarda, nos dias 11 e 12 de janeiro”.
 
A Proteção Civil chama a atenção da população para o risco da água transbordar das margens do rio Mondego e, consequentemente, para a "possibilidade de ocorrência de cheias, em particular, nas zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis dos municípios do Coimbra, Soure, Montemor-o-Velho,e Figueira da Foz (Distrito de Coimbra)”.
 
Face ao cenário previsível, a Proteção Civil pede à população para “não se expor às zonas afetadas pelas cheias” e “não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas”. 

Durante o fim de semana, o mau tempo verificou-se essencialmente a norte, com as águas a galgarem as margens do Douro.