O Serviço Regional de Proteção Civil (SRPC) da Madeira emitiu esta quarta-feira um aviso relativo a agitação marítima e ventos fortes no arquipélago entre as madrugadas de quinta-feira e de sábado devido à passagem de uma superfície frontal fria.

O SRPC aconselha as pessoas a evitarem circular nas zonas costeiras, estarem atentas às informações da Meteorologia e seguirem as indicações da Proteção Civil e das forças de segurança.

«Associado à aproximação e passagem de superfície frontal fria pelo arquipélago da Madeira, prevê-se a partir da madrugada do dia 16 (quinta-feira) até ao meio da tarde do dia 17 (sexta-feira), a ocorrência de períodos de chuva e aguaceiros que poderão ser moderados em todo o arquipélago da Madeira, em particular nas regiões montanhosas», refere o aviso.

O serviço acrescenta que, «associado à formação de uma depressão a sul da Gronelândia, que se irá deslocar em direção à costa de África, com passagem entre a Madeira e o Algarve, ocorrerá forte agitação marítima na região da Madeira, em particular na costa norte e em Porto Santo».

O SRPC prevê, por isso, que a partir da madrugada do dia sexta-feira deverá registar-se um aumento progressivo da altura significativa das ondas, as quais deverão atingir valores da ordem de oito metros entre o fim da tarde desse dia e o fim da madrugada de sábado, seguindo-se uma diminuição para valores da ordem de três a quatro metros, a serem registados domingo, ao fim da manhã.

Associado à mesma depressão, o SRPC prevê igualmente para o período compreendido entre a madrugada sexta-feira e a tarde de sábado a ocorrência de vento forte a muito forte, em particular nas regiões montanhosas (com rajadas que poderão atingir valores da ordem dos 80 a 100 quilómetros horários), na costa norte e na costa sul entre a Ponta do Pargo e a Ponta do Sol.

Atendendo à forte ondulação, o SRPC alerta para as medidas habituais de autoproteção, como tomar atenção à eventual afetação de edifícios localizados junto à costa ou a praias.