O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) baixou de aviso laranja para amarelo, o segundo menos grave, os distritos de Coimbra, Leiria, Guarda, Castelo Branco e Santarém, apesar de manter a previsão de chuva forte.

Os cinco distritos estiveram na quinta-feira sob aviso laranja, o segundo mais grave numa escala de quatro, devido ao agravamento do estado do tempo, com chuva forte, persistente e acompanhada de trovoadas.

Durante esta noite, o aviso passou a amarelo e, de acordo com o IPMA, mantém-se até às 18:59 de hoje, devido à previsão de chuva, por vezes forte e persistente, e de trovoada.

Os distritos de Bragança, Viseu, Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Aveiro e Braga continuam sob aviso Amarelo, devido também à precipitação.

O instituto prevê para esta sexta-feira no continente céu geralmente muito nublado, períodos de chuva, sendo por vezes forte e persistente nas regiões norte e centro até ao final da tarde, possibilidade de queda de granizo e condições favoráveis à ocorrência de trovoada, em especial nas regiões norte e centro.

Está também previsto vento moderado do quadrante sul, soprando moderado a forte no litoral oeste com rajadas até 60 quilómetros por hora até ao início da tarde, sendo nas terras altas forte de sudoeste com rajadas até 80 quilómetros por hora, soprando temporariamente moderado no interior norte e centro até ao final da manhã.

Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre 14 e 17 graus Celsius, no Porto entre 11 e 16, em Vila Real entre 08 e 15, em Viseu entre 08 e 14, em Bragança entre 07 e 13, na Guarda entre 08 e 11, em Castelo Branco entre 12 e 16, em Coimbra entre 13 e 17, em Santarém entre 13 e 19, em Évora entre 10 e 21, em Beja entre 11 e 22 e em Faro entre 14 e 19.

Duas barras fechadas e cinco condicionadas

Duas barras do continente estão fechadas à navegação e outras quatro estão condicionadas devido à previsão de agitação marítima forte.

Segundo a Marinha, as barras de Esposende e São Martinho do Porto estão hoje fechadas a toda a navegação por causa da agitação marítima, prevendo-se ondas até 2,5 metros.

A barra da Póvoa de Varzim está condicionada a embarcações com calado superior a dois metros e em Vila do Conde as embarcações devem navegar apenas duas horas antes e depois da preia-mar.

As barras de Aveiro e do Douro estão apenas fechadas a embarcações com calado inferior a 15 e 35 metros, respetivamente.

O IPMA prevê para esta sexta-feira, na costa ocidental ondas de sudoeste com 1,5 a 2,5 metros e na costa sul ondas sudoeste com 1 a 2 metros.