O Tribunal de Aveiro vai começar a julgar este mês um sucateiro suspeito de ter tentado matar um homem de 83 anos que vivia sozinho, por este ter recusado vender-lhe sucata, informou hoje fonte judicial.

O homem, de 31 anos, está acusado de um crime de homicídio qualificado na forma tentada.

No banco dos réus estará também um amigo do agressor, acusado dos crimes de falsidade de testemunho e favorecimento pessoal, por alegadamente ter ajudado a encobrir o crime.

Os factos ocorreram na manhã de 04 de fevereiro de 2013, quando o sucateiro se deslocou a casa do idoso, na freguesia de Oliveirinha, em Aveiro, para comprar sucata.

Segundo a acusação deduzida pelo Ministério Público (MP) os dois envolveram-se numa discussão motivada pelo facto de o octogenário se recusar a fazer qualquer negócio com o arguido.

O sucateiro terá então agredido o idoso na cabeça e na face, desferindo várias pancadas com um objecto contundente não apurado, que lhe provocaram várias lesões e a perda total de visão no olho direito.

Após as agressões, o arguido fugiu do local, deixando estendido no chão o ofendido, que acabou por ser socorrido por um vizinho que ao passar no local se apercebeu do seu estado.

Na acusação, o MP diz que o arguido agiu com a intenção de tirar a vida ao octogenário, aproveitando-se da vantagem da sua maior força, resultante da diferença de idades e da debilidade e vulnerabilidade da vítima que sabia ser pessoa idosa e a viver sozinha.

O agressor, que já tinha sido condenado este ano a penas de prisão suspensas, fugiu para o estrangeiro, tendo sido emitidos mandados de detenção europeus para cumprimento de prisão preventiva.