José Girão Pereira (CDS), antigo eurodeputado e primeiro presidente da Câmara de Aveiro eleito após o 25 de Abril, faleceu hoje em Aveiro, revelou à Lusa um amigo da família.

Natural de Vizela (1938), José Girão Pereira foi o primeiro presidente da Câmara Municipal de Aveiro eleito democraticamente e ganhou sucessivas eleições autárquicas pelo CDS de 1976 a 1994.

José Girão Pereira foi deputado pelo CDS à Assembleia da República na VI legislatura, de 1991 a 1995, e deputado no Parlamento Europeu, de 1994 a 1999.

Foi condecorado com a Ordem de Mérito pelo Presidente da República em fevereiro de 2010.

O presidente do CDS-PP, Paulo Portas, lembrou Girão Pereira como «um dos melhores presidentes de Câmara que o Portugal democrático elegeu» e «o fundador da Aveiro moderna, sustentável e solidária».

«Foi um dos melhores presidentes de Câmara que o Portugal democrático elegeu e reconheceu e foi, em grande medida, o fundador da Aveiro moderna, ordenada, sustentável e solidária», declarou Paulo Portas, numa declaração escrita enviada à Agência Lusa.


José Girão Pereira, antigo deputado e eurodeputado centrista e o primeiro presidente da Câmara de Aveiro eleito após o 25 de Abril, faleceu hoje em Aveiro.

«A memória do senhor doutor Girão Pereira nos aveirenses é excelente. Autarca de uma probidade absoluta, deputado fiel à democracia-cristã, herdeiro e continuador da tolerância política em Aveiro, político extremamente próximo das pessoas e dos problemas. Não cedia à demagogia e realizou uma obra notável», afirmou Paulo Portas.

O líder centrista declarou que Girão Pereira «ajudou sempre o CDS e ainda mais nos momentos difíceis do partido».

«Não posso esquecer a apresentação e a amizade que devo ao doutor Girão Pereira no momento em que, optando pela política, me candidatei por Aveiro», recordou Paulo Portas, que tradicionalmente se candidata pelo círculo eleitoral de Aveiro.


O presidente da Câmara de Aveiro, Ribau Esteves, determinou três dias de luto municipal e formulou um voto de pesar pelo falecimento de Girão Pereira (CDS), que presidiu ao município durante 18 anos.

«Girão Pereira [que foi o primeiro presidente da Câmara eleito, pelo CDS] fica para sempre ligado ao município de Aveiro, terra que adotou como sua e onde exerceu durante 18 anos as funções de presidente da Câmara Municipal num exercício marcante, positivo e gerador de solidariedade, crescimento e desenvolvimento», escreve Ribau Esteves no voto público de pesar.


O atual presidente da autarquia destaca em Girão Pereira o «homem notável e bom, servidor de muitas causas públicas e dos seus concidadãos, que desenvolveu ao longo da sua vida um trabalho de cidadania ativa e solidária, num exercício exemplar de vida».

«Em nome da Câmara Municipal de Aveiro escrevi e assino este voto de pesar, em honra à vida e à memória de José Girão Pereira, decretando os dias 23, 24 e 25 de abril de 2015 como dias de Luto Municipal»,anuncia Ribau Esteves, enviando condolências à família.

O corpo de Girão Pereira vai estar em câmara ardente no Salão dos Bombeiros Velhos de Aveiro (Rua Dr. Mário Sacramento), a partir das 10:00 de sexta-feira, dia 24 de abril, informou, entretanto, a Câmara de Vouzela, num comunicado.

O cortejo fúnebre está agendado para as 09:00 de sábado, dia 25 de abril, saindo das instalações dos Bombeiros Velhos de Aveiro para a Igreja da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro, local onde ser realizará o funeral, pelas 10:30. O corpo vai a sepultar no cemitério de Cambra, em Vouzela.