A GNR deteve 399 pessoas, das quais 179 por condução sob o efeito do álcool e 42 por suspeitas de tráfico de droga, na actividade operacional realizada na última semana, foi hoje anunciado.

Num conjunto de operações que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta e fiscalização rodoviária, a Guarda Nacional Republicana deteve ainda 71 pessoas por condução sem habilitação legal, 11 por posse ilegal de arma e/ou arma proibida, cinco por violência doméstica, outras cinco por furto e dois por suspeitas de incêndio florestal, entre outros motivos.

Os militares apreenderam também 1.540 doses de anfetaminas, 1.019 doses de haxixe, 121 de heroína, 77 doses de cocaína, sete armas de fogo, 8.410 de bivalves e 505 quilos de pescado.

Na área da fiscalização do trânsito, foram detetadas 10.376 infrações, mais 342 do que a semana passada, com destaque para 4.637 excessos de velocidade, 443 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido, 295 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 279 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 274 relacionadas com tacógrafos.