A Marinha e a Autoridade Marítima informaram este sábado que cancelaram as buscas de uma suposta embarcação a Oeste da ilha das Berlengas, ao largo de Peniche, por haver suspeita de se ter tratado de um falso pedido de ajuda.

"Suspeita-se que se tratou de um falso alerta, tendo em conta as caraterísticas da comunicação - foi feita via rádio e não via satélite- e porque os meios de busca enviados para o local não encontraram quaisquer indícios", disse o porta-voz da Marinha, Paulo Vicente, à agência Lusa.

Por esse motivo, foram canceladas as buscas que durante a noite foram feitas por uma lancha rápida da Polícia Marítima e por uma lancha de fiscalização, a cinco milhas a Oeste da ilha das Berlengas, afirmou o comandante da Capitania de Peniche, Marco Augusto, esclarecendo, no entanto, que as autoridades continuam atentas a novos indícios que possam surgir.

As autoridades abriram um inquérito, no âmbito do qual tencionam apurar responsabilidades criminais do eventual falso alerta.

Pelas 22:04 horas de sexta-feira foi recebido um pedido de ajuda para o centro de comunicações da Marinha e, mais tarde, para a estação do porto de Aveiro, de uma embarcação "a meter água", com 20 tripulantes a bordo, mas sem haver registo do nome, nem comunicações posteriores com a mesma.