As buscas subaquáticas pelo pescador ainda desaparecido no naufrágio do arrastão Olívia Ribau foram canceladas este sábado, por causa das condições adversas no rio Mondego e serão retomadas na manhã de domingo, disse fonte da Autoridade Marítima.

"O vento diminuiu mas a corrente está muito forte. Não há condições mínimas de segurança para que se entre no navio", disse à agência Lusa Nuno Leitão, porta-voz da Autoridade Marítima


Cerca das 20:00, os mergulhadores da Armada foram ao local do naufrágio, numa lancha da Polícia Marítima, mas acabaram por retirar sem entrarem no arrastão.

Nuno Leitão indicou que uma nova tentativa de mergulho e entrada no arrastão naufragado será efetuada domingo, cerca das 08:45.

O arrastão Olívia Ribau naufragou na terça-feira passada, cerca das 19:15, à entrada do porto da Figueira da Foz, quando transportava sete pescadores.

Dois foram resgatados vivos na terça-feira e, nesse dia, foi recuperado um corpo. Na quinta-feira, no interior do arrastão, foram encontrados mais dois corpos e outro na sexta-feira, também dentro da embarcação que está afundada no rio Mondego, junto à foz, faltando encontrar um pescador.