Dois polícias morreram esta manhã ao serem colhidos por um comboio perto da estação da Bobadela, à saída de Lisboa, quando faziam uma perseguição a pé, avançou à TVI24 fonte da PSP.

O Comando Metropolitano da PSP de Lisboa informou que os dois polícias tinham 24 e 27 anos, pertenciam à esquadra de São João da Talha e estavam a perseguir dois suspeitos de um assalto a uma residência na Bobadela.

Entretanto, a polícia deteve os dois homens  perto da zona onde decorreu o acidente. Ambos têm antecedentes criminais, inclusive uma fuga à polícia.

Os dois suspeitos terão assaltado uma residência na Bobadela e estavam a fugir da polícia a pé. Foram intercetados por agentes da Brigada de Prevenção Criminal e vão ser levados a tribunal esta quinta-feira.


O acidente ocorreu no sentido Sacavém-Bobadela, a cerca de 400 metros desta estação, informou fonte da CP. O comboio Intercidades ficou parado cerca de uma hora, mas a circulação continuou a funcionar, pois trata-se de uma zona com quatro vias.

Uma passageira relatou o incidente à TVI24.

«Saímos da estação do Oriente às 11:39 e o maquinista sentiu que bateu em algo e parou. Saíram então vários funcionários da CP e vi-os a andar na linha. Aquilo foi uma curva e havia muita polícia à volta. Disseram-nos que estavam a perseguir uns assaltantes»


Fonte do INEM adiantou que o acidente ocorreu às 11:54 e que no local estiveram uma VMER, duas ambulâncias dos bombeiros de Sacavém e uma Unidade Móvel de Intervenção Psicológica de Emergência.

O comboio Intercidades já seguiu viagem em direção ao Porto.

A Refer disse à Lusa que a zona onde ocorreu o acidente é «inacessível em circunstâncias normais a peões».