Uma mulher morreu, nesta quinta-feira, no hospital de Viana do Castelo após ter sido vítima de atropelamento em Ponte Lima.

O acidente ocorreu às 10:32, na via Foral Dona Teresa, no centro de Ponte de Lima.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima, Carlos Lima, em declarações à agência Lusa, após o atropelamento, a mulher, que terá mais de 50 anos, entrou "em paragem cardiorrespiratória e, apesar das manobras de reanimação realizadas pelas equipas de socorro desde o local do acidente ao hospital de Viana do Castelo (a cerca de 30 quilómetros de distância), não resistiu aos ferimentos graves que sofreu".

"Apesar dos esforços de reanimação, o óbito foi declarado no serviço de urgência do hospital de Viana do Castelo", afirmou Carlos Lima.

O responsável adiantou que o condutor da viatura ‘pick-up' envolvida no atropelamento, um homem de cerca de 60 anos, também recebeu assistência no local e foi transportado para a mesma unidade hospitalar "por ter entrado em estado de choque".

"Quando os bombeiros chegaram ao local o corpo da mulher encontrava-se próximo da passadeira existente naquela via mas os populares que testemunharam o acidente referiram que a senhora foi atropelada quando atravessava a via, na passadeira", disse.

Carlos Lima lamentou o "número excessivo de atropelamentos e colisões que se têm registado naquela vila e que resultam em mortes e feridos graves".

"É uma via larga, que convida à velocidade quando tem limite de circulação de 50 quilómetros por hora. Os bombeiros são chamados vezes de mais para socorrer vítimas de colisões e atropelamentos e já se contabilizam demasiadas mortes e feridos graves", sustentou.