O vento forte que se fez sentir esta manhã na zona do porto do Funchal originou o cancelamento da atracagem de dois navios, informou esta terça-feira a Administração dos Portos da Madeira (APRAM).

O AIDASol e o Norwegian Spirit acabaram por cancelar a atracagem devido aos ventos que se fizeram sentir durante a manhã", informou.

Logo pela manhã, o 'Norwegian Spirit' acabou por nem fazer nenhuma tentativa de abordagem ao porto do Funchal, dadas as condições de vento.

Já perto das 13:00, também o 'AIDASol' desistiu de aportar, mesmo depois de ter estado algumas horas ao largo na tentativa de entrar no porto do Funchal.

Estes dois navios cancelaram as escalas tendo rumado aos portos de destino seguintes.

Retidos durante toda a manhã estiveram outros dois navios que deveriam ter zarpado mais cedo, mas que as condições não permitiram.

O 'AIDAPrima' e o 'Marella Dream' aproveitaram aberturas na intensidade do vento "e sob a supervisão dos dois rebocadores da APRAM" conseguiram largar do porto madeirense e zarparam para os portos seguintes.