As autoridades portuguesas estão atentas a possíveis atentados terroristas nos desfiles de Carnaval, mas o nível de alerta mantém-se inalterado. Foram feito contactos com autoridades internacionais, tal como aconteceu, por exemplo no Natal e no fim de ano.

GNR e PSP estão com várias operações nas estradas principalmente nas localidades com festejos de Carnaval. Em algumas localidades foram tomadas medidas de precaução para impedir a entrada de carros. Um desses casos é o de Torres Vedras.

A GNR não confirma o uso de barreiras antiterrorismo, mas a Câmara Municipal de Torres Vedras colocou camiões em locais estratégicos no recinto do Carnaval para impedir a progressão de veículos contra a multidão.

Também em Ovar, a autarquia fechou todas as ruas do recinto com portões para que carros não autorizados sejam impedidos de entrar.

Para orientar as operações de segurança, as autoridades portuguesas estão em contacto permanente com várias entidades internacionais. Há mesmo o reforço de militares das unidades especiais e da investigação criminal.