A ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, garantiu mais três milhões de euros de dotação para o Fundo Florestal Permanente, verba que permitirá contribuir para a prevenção de incêndios florestais.

Assunção Esteves disse no plenário do parlamento, esta terça-feira, no debate do Relatório do Grupo de Trabalho para Análise da Problemática dos Incêndios Florestais, que o acréscimo da verba permitirá que «o Exército esteja no terreno para limpar a mata».

A governante também notou que o montante possibilitará «reequipar as equipas de sapadores», que, até 2020, deverão atingir o meio milhar.

A ministra anunciou ainda que, este ano, «está-se a trabalhar em dez novas equipas de sapadores» e que «mais estão previstas no próximo quadro financeiro».

O plenário debate hoje o Relatório do Grupo de Trabalho para Análise da Problemática dos Incêndios Florestais, que resulta de um trabalho de cinco meses de deputados de todos os partidos com assento parlamentar.

O relatório será votado hoje no plenário como projeto de resolução da Assembleia da República.

Em 2013, os incêndios florestais provocaram dez mortos, entre os quais oito elementos de corporações de bombeiros.