O homem de 31 anos suspeito de assaltar e esfaquear, na madrugada de terça-feira, um taxista no Funchal ficou em prisão preventiva, depois de ter sido ouvido esta quarta-feira em tribunal, disse à agência Lusa fonte judicial.

Segundo a mesma fonte, o homem está indiciado pela prática do crime de roubo qualificado, tendo alegadamente, na sequência do assalto, ferido o taxista com 11 facadas.

O crime ocorreu na madrugada do dia 05, no caminho do Terço, na zona da Boa Nova, nos arredores do Funchal.

O homem foi posteriormente detido pela Polícia Judiciária (PJ) e submetido até ao final da tarde de hoje a interrogatório no tribunal de Instrução Criminal da Comarca da Madeira.

A mesma fonte referiu que o suspeito terá roubado cerca de 80 euros ao motorista, depois de o ter esfaqueado, abandonando o local.

O taxista conseguiu pedir socorro, foi assistido no hospital do Funchal e já está a recuperar em casa.