Seis indivíduos assaltaram esta madrugada uma ourivesaria em Portimão depois de terem forçado a entrada no centro comercial onde estava a loja, utilizando picaretas, marretas e pé-de-cabra, disse à Lusa fonte policial.

Em declarações à Agência Lusa, o intendente da PSP de Faro, Vítor Rodrigues, explicou que o alerta do roubo foi dado às 3:30 desta madrugada pelos seguranças do centro comercial.

Quando a polícia chegou ao local, as autoridades ainda avistaram os assaltantes à saída da grande superfície comercial, mas não foi possível detê-los, porque fugiram para o interior do centro comercial.

«Os agentes ainda deram voz de detenção e atiraram para o ar um tiro de intimidação, mas eles [assaltantes] não obedeceram e fugiram novamente para dentro do Centro Comercial Continente», contou o intendente, referindo que os indivíduos conheciam bastante bem o local.

Os seis indivíduos conseguiram fugir à polícia pelas caves do centro comercial, tendo conseguido roubar vários objectos como relógios, fios, brincos, entre outros objectos de valor, «num valor avultado».

Num primeiro momento, deslocou-se ao local do assalto uma brigada de investigação criminal, mas mais tarde estiveram no terreno 70 elementos, nomeadamente elementos de patrulha, do trânsito e do corpo de intervenção para cercar o edifício e cortar o trânsito na zona.

A PSP está a investigar o caso com as imagens gravadas pelas câmaras, tendo conseguido recuperar algumas ferramentas do assalto e alguns objectos roubados.