O cemitério de Gondomar, em Guimarães, foi assaltado, tendo os larápios furtado «praticamente todas» as peças de bronze e cobre que ali existiam, informou esta quarta-feira um autarca local.

Miguel Sousa, tesoureiro da União de Freguesias de Souto S. Salvador, Souto Santa Maria e Gondomar, disse à Lusa que foram levados todos os candeeiros e jarrões, e ainda as imagens que conseguiram arrancar das sepulturas.

«Só uma das imagens que levaram custou 2500 euros, enquanto um jarrão custará 120 euros. Foi um prejuízo muito elevado, muito para cima de 10 mil euros», referiu.

Disse ainda que algumas sepulturas ficaram danificadas pela força feita para arrancar as imagens.

O assalto foi registado na noite de segunda para terça-feira, presumindo-se que os ladrões tenham saltado o muro para entrarem no cemitério, já que o portão estava fechado.

«Ainda por cima, isto aconteceu praticamente em vésperas do Dia de Todos os Santos», lamentou Miguel Sousa.

O caso já foi participado às autoridades policiais.