O Tribunal de Braga aplicou prisão preventiva a um homem de 24 anos suspeito de cinco crimes de roubo em três dias, praticados pouco depois de ter saído da cadeia, informou esta terça-feira fonte judicial.

Segundo a fonte, o arguido conta já com um «longo historial» de crimes, sobretudo furtos e roubos.

A última condenação, a quatro anos e nove meses de prisão, data de 30 de setembro de 2009.

No sábado, foi detido pela PSP de Braga após uma tentativa de assalto a um supermercado na Avenida da Liberdade, naquela cidade.

Ameaçando a funcionária com uma faca, tentou roubar o dinheiro da caixa registadora, mas sem sucesso.

Pouco antes, teria tentado a sua sorte, pelo mesmo método, num hotel, mas igualmente sem sucesso.

Na sexta-feira, terá sido protagonista de uma tentativa de roubo por esticão a uma transeunte, mas populares inviabilizaram o crime.

É ainda suspeito de, nesse dia, ter assaltado uma gasolineira, igualmente através de ameaça à funcionária, tendo conseguido levar entre 100 a 200 euros.

Na quinta-feira, terá protagonizado um assalto a uma outra bomba de gasolina, roubando 60 euros.