Um dos homens detidos pela Polícia Judiciária, na quinta-feira, em Gavião, distrito de Portalegre, encontrava-se na situação de «ausência ilegítima» do estabelecimento prisional de Paços de Ferreira, desde junho de 2012, informam esta sexta-feira os serviços prisionais.

De acordo com informação da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) enviada à agência Lusa, o recluso «recapturado» não tinha regressado de uma saída jurisdicional concedida pelo tribunal de Execução de Penas.

A fonte acrescenta que o homem «encontra-se condenado a uma pena de 12 anos por crimes de furto qualificado e roubo».

De acordo com informação da Polícia Judiciária, o homem recapturado é também suspeito de ter cometido um assalto com homicídio em 2012, em Mação, Santarém.

Fonte oficial da PJ disse à agência Lusa que, presumivelmente, um dos coautores deste homicídio em Mação é um dos dois foragidos da cadeia de Castelo Branco e que ainda se encontram a monte, depois de um ter sido detido na mesma operação.

Neste assalto com homicídio em Mação terão estado envolvidas pelo menos quatro pessoas: uma terá sido detida em outubro e outra em julho.

O crime ocorreu no dia 10 de setembro de 2012, em Mação. Pelo menos quatro homens terão assaltado uma residência e amarrado e agredido uma vítima, provocando-lhe a morte após golpes na cabeça.

Os assaltantes roubaram uma carteira que continha cerca de 140 euros em dinheiro.