O assalto foi perpetrado por, "pelo menos", dois indivíduos que estavam munidos de armas de fogo, mas não houve quaisquer danos humanos a registar, disse a fonte da GNR.

"Ameaçaram clientes e funcionários, mas não passou disso", acrescentou.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ).