A Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) deteve três homens pela presumível autoria do roubo ao proprietário de um posto de abastecimento de combustíveis, ocorrido em 02 de maio em Amorim, Póvoa de Varzim, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a PJ refere que as detenções ocorreram em dois momentos distintos, tendo duas sido efetuadas em outubro e a outra na terça-feira.

Fica, assim, “desmantelado o grupo que terá cometido o roubo”.

Segundo a PJ, os arguidos intercetaram a vítima quando esta ia, de automóvel, depositar dinheiro numa instituição bancária da cidade de Póvoa de Varzim e, mediante ameaça de arma de fogo, obrigaram-na a entregar todo o dinheiro que levava.

No decurso das investigações, a PJ conseguiu apreender aos três detidos cerca de 30 mil euros em numerário, nove quilos de haxixe, objetos relacionados com a atividade de tráfico de estupefacientes, telemóveis e viaturas.

Dos dois primeiros detidos, um ficou a aguardar julgamento em prisão preventiva e outro com apresentações diárias às autoridades policiais.

O último detido, de 31 anos, vai agora ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das respetivas medidas de coação.

Os três têm já antecedentes criminais.