A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta segunda-feira a detenção de um homem de 23 anos pela presumível prática de dois crimes de roubo de que foi vítima um casal de turistas nos Açores.

Em comunicado, a PJ informa que o caso ocorreu “num trilho pedestre do concelho de Ponta Delgada, local onde passeava um casal de turistas estrangeiros”.

Os turistas “foram surpreendidos e ameaçados pelo arguido, que empunhava uma pistola e os obrigou a entregarem-lhe o dinheiro e telemóvel que possuíam”.

Fonte do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ disse à Lusa que os factos ocorreram na tarde de sexta-feira, na zona da Relva, sendo as vítimas um cidadão inglês e uma cidadã holandesa.

A mesma fonte esclareceu que foi apreendida uma arma que se admite ser a utilizada nos crimes e que é “uma reprodução de arma de fogo””.

Presente a primeiro interrogatório judicial, o arguido, de 23 anos, que “tem referência policial ligada ao tráfico de estupefacientes”, ficou sujeito a apresentações semanais e à obrigatoriedade de se submeter a um tratamento para o problema da dependência das drogas, adiantou.

Segundo a fonte da PJ, trata-se de factos “no domínio da criminalidade violenta, cuja moldura penal vai até aos 15 anos no caso do roubo agravado”.

“Os Açores são tidos como uma região segura para os turistas, o que é verdade, e estes casos de roubo são muito raros no arquipélago”, acrescentou.