Um homem morreu esta segunda-feira no Fundão na sequência de um acidente com uma asa delta, que era pilotada pelo próprio, no Campeonato Nacional de Asa Delta Open Serra da Gardunha 2014, disse fonte da organização.

Em declarações à agência Lusa, o chefe de segurança da prova, Luís Emauz, explicou que o piloto, cuja idade rondará os 35 a 40 anos, fazia parte dos 27 participantes inscritos e integrava uma equipa de Israel.

Este responsável adiantou também que acidente ocorreu «pouco antes das 15:30, na fase final do voo, já durante a aterragem», e que, apesar de as causas do acidente ainda não estarem apuradas, este «não terá tido origem nem em falha técnica da aeronave, nem nas condições climatéricas, que estão favoráveis para a prática» da modalidade.

«O que sabemos é que a cerca de 10 metros do local de aterragem, o piloto embateu numa árvore, já não conseguindo chegar ao local previsto. Basicamente ficou do outro lado da estrada», explicou.

Luís Emauz garantiu que será aberto um inquérito ao sucedido, que «em princípio deverá ser realizado pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA)» e que o campeonato foi imediatamente cancelado.

O Open Serra da Gardunha era organizado pela Câmara Municipal do Fundão e pelo Clube Nacional de Voo Livre e pela Associação de Voo Livre de Sintra, sob a égide da Federação Portuguesa de Voo Livre e da Federação Aeronáutica Internacional.