Teve alta esta quinta-feira um dos sete feridos internados no hospital do Funchal, na Madeira, depois da queda da árvore que provocou 13 mortos e 49 feridos, na última terça-feira, 15 de agosto.

O conselho de administração do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) detalha na sua página da Internet que dos sete doentes internados, um teve alta, permanecendo no Hospital dr. Nélio Mendonça seis feridos.

As duas crianças que estavam internadas do Serviço de Urgência Pediátrica já foram transferidas para o Serviço de Pediatria".

O SESARAM diz que "continua disponível o apoio e acompanhamento a todos os envolvidos e familiares das vítimas deste acontecimento. Para tal, devem dirigir-se ao seu centro de saúde para referenciação e acompanhamento".

Na mesma informação, “agradece a todos os profissionais, sem exceção, pela disponibilidade, pelo exímio profissionalismo e humanismo demonstrados no atendimento, apoio e encaminhamento a todos os utentes vítimas do trágico acontecimento".

A queda da árvore, um carvalho de grande porte e com duas centenas de anos, provocou a morte a 13 pessoas e ferimentos em cerca de meia centena na terça-feira no Largo da Fonte, próximo do Funchal, durante a celebração da Festa do Monte, em honra da padroeira da ilha.

O Governo decretou luto nacional para esta sexta-feira, "pela perda irreparável de vidas humanas" no Monte.