Obras de Paula Rego e de Maria Helena Vieira da Silva, com valores mínimos que vão dos 25 aos 180 mil euros, vão a leilão pela Veritas, a 18 de março.

A obra «Pioneiros» (1982), de Paula Rego, um acrílico sobre papel colado em tela, é um dos 184 lotes que irão à praça no próximo leilão de Arte Moderna e Contemporânea organizado pela Veritas.

A estimativa mínima de licitação desta obra de Paula Rego é de 180 mil euros e o valor pode subir até aos 250 mil euros, ainda segundo o catálogo da Veritas.

O trabalho, proveniente de uma coleção privada portuguesa, integrou a exposição «Paula Rego: Paintings 1982-83», apresentada na Arnolfini Gallery, em Bristol, e na Edward Totah Gallery, em Londres, em 1983, e no Studio Marconi, em Milão, no ano seguinte.

Uma coleção privada de obra gráfica da pintora portuguesa radicada em Londres, de 80 anos, está esta semana também a ser leiloada 'online' pela Christie´s.

Entre os lotes do leilão da Veritas, em Lisboa, conta-se ainda o óleo sobre tela «Tenture de lumière» (1981), de Maria Helena Vieira da Silva, projeto de tapeçaria da artista para a capela da embaixada de França em Lisboa.

«La baigneuse Valpinçon d'après Ingres», um acrílico sobre tela de Júlio Pomar, irá à praça com uma estimativa mínima de 40 mil euros, e a escultura em ferro de Rui Chafes, intitulada «Corpo majestosamente doente» (1999), será apresentada com um valor mínimo de 10 mil euros, escreve a Lusa.