O projeto de requalificação do mercado do Bom Sucesso, no Porto, foi um dos quatro vencedores europeus dos Global Awards for Excellence, promovidos pelo Urban Land Institut, de Nova Iorque.

«Estamos contentíssimos», disse à Lusa a arquiteta Rosário Rodrigues de Almeida, uma das autoras do projeto, com os arquitetos Nélson de Almeida e Luís Almeida.

«Quando soubemos que tínhamos sido nomeados, em junho último, ficámos surpresos e já era uma satisfação ter sido escolhido entre tantos projetos fantásticos a nível mundial», disse.

A arquiteta reconheceu que a
requalificação do antigo mercado de frescos do Bom Sucesso, uma obra classificada pela autarquia portuense, construída em 1952, «foi difícil».

«Um desafio extraordinário, sem ter beliscado o original, mas conseguimos construir um novo conceito, no sentido de termos conseguido um espaço multiusos, com área para a restauração, um hotel de quatro estrelas, quiosques, lojas e um espaço para os frescos», disse à Lusa a arquiteta Rosário Rodrigues de Almeida.

Os galardões internacionais, na sua 36.ª edição, distinguem projetos imobiliários que tenham um elevado padrão de excelência, nomeadamente nas áreas do design, construção, economia, planeamento e gestão, segundo informação no portal do instituto, na Internet.

Segundo a presidente do júri Leanne Lachman, presidente da consultoria imobiliária Lachman Associates, em Nova Iorque, todos os finalistas e vencedores deste ano «demonstraram alta qualidade, uso inovador do território do projeto de construção».

«Além disso, muitos envolvem a preservação histórica, parcerias público-privadas, sustentabilidade ambiental e financiamento criativo», acrescentou.

«Este grupo de diversos projetos é uma chamada de atenção oportuna de como o design inteligente desempenha um papel central na saúde e longevidade da comunidade», remata Lachman.

Os Global Awards for Excellence distinguiram 13 projetos – quatro na Europa, três na Ásia e seis nos Estados Unidos.

Na Europa, além do projeto do Porto, foi distinguida a reconversão urbanística da Praça Corvin, um espaço de 22 hectares no centro histórico de Budapeste, o projeto imobiliário Sixty, no centro financeiro de Londres, e edificação de um novo bairro em Oslo, o Tjuvholmen, numa área total de 51 hectares.

Entre os projetos asiáticos distinguidos, está o complexo Tamar Development, na Região Administrativa Especial de Hong Kong, na China.

Os Cedar Gateway Apartments, em San Diego, são um dos seis projetos norte-americanos distinguidos, ao lado de Governor George Deukmejian Courthouse, em Long Beach, também na Califórnia e do SteelStacks Arts and Cultural Campus, em Bethlehem, no Estado da Pensilvânia.