Luís Pisco é o novo presidente do conselho diretivo da Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo (ARS LVT). Até aqui vice-presidente, vai substituir Rosa Matos que, por sua vez, passou a ser a nova secretária de Estado da Saúde.

Em comunicado, o ministro da Saúde informa que Luís Pisco passa a exercer o cargo de presidente, deixado vago por Rosa Matos Zorrinho, que substituiu Manuel Delgado na secretaria de Estado da Saúde. 

Luís Pisco é licenciado em medicina, especialista em medicina familiar e em medicina do trabalho. Foi diretor do Instituto da Qualidade em Saúde e coordenador da missão para os cuidados de saúde primários.

Como vice-presidente da ARS de Lisboa e Vale do Tejo é nomeada Laura Maria Figueiredo de Sousa Dâmaso da Silveira, que era assessora do conselho diretivo da mesma ARS.

É de recordar que Manuel Delgado pediu a demissão do cargo de secretário de Estado da Saúde na terça-feira, dias depois da emissão da reportagem da TVI, que dá conta que foi contratado entre 2013 e 2014 pela associação "Raríssimas", com um vencimento de três mil euros por mês, tendo recebido um total de 63 mil euros.

A jornalista Ana Leal entrevistou Manuel Delgado ainda como secretário de Estado da Saúde, com provas que o comprometem no caso da Associação Raríssimas. Foram várias as contradições do ex-secretário de Estado, que acabou por se demitir.