Dois homens foram detidos em flagrante delito em Arruda dos Vinhos pela GNR, quando furtavam uma habitação, na freguesia de Arranhó, na altura do funeral do proprietário, disse à Lusa fonte da GNR.

A mesma fonte adiantou que os suspeitos estão referenciados por outros furtos a interiores de residências no concelho, para os quais se informavam sobre os hábitos de vida e horas em que os seus proprietários estariam ausentes de casa.

Na sequência de uma denúncia, cerca das 21:00 de quarta-feira, uma patrulha da GNR deslocou-se à habitação, confrontando os três suspeitos, que entraram na casa quando decorria o funeral do seu proprietário.

Os três homens fugiram a pé, levando consigo relógios e uma máquina fotográfica, que vieram a ser recuperados.

Os militares da GNR conseguiram intercetar dois deles, de 26 e 30 anos, tendo o terceiro fugido para parte incerta na viatura em que se deslocaram para o local.

O grupo, residente em Lisboa, é ainda conhecido por furtar objetos fáceis de transportar e de vender, desde relógios a televisores e computadores portáteis.

De acordo com a mesma fonte, estão constituídos arguidos noutros processos, por furtos ao interior de veículos e de veículos em Loures, Mafra e Sintra e um roubo por esticão, em Alenquer.

Os dois detidos deverão ser hoje presentes a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Vila Franca de Xira.