A primeira obra de Siza Vieira na China - um edifício de escritórios, desenhado em parceria com Carlos Castanheira - foi inaugurada este sábado na província de Jiangsu, no leste do país, com a presença dos dois arquitetos portugueses.

«Foi uma grande cerimónia, com as autoridades locais e da província, e muitos jornalistas de revistas de arquietura», disse Carlos Castanheira à agência Lusa, acerca da inauguração.

O mesmo arquiteto contou que Siza Vieira foi objeto de «muitas honras» e «houve até um jornalista que lhe perguntou se ele se sentia "um embaixador de Portugal"».

A obra inaugurada hoje é um edifício de dois pisos e 300 metros de comprimento, encomendado por uma empresa de Taiwan instalada em Huaian, a Shihlien Chemical Industrial Jiangsu Co.

Está construída num lago artificial adjacente àquela unidade industrial e foi batizada com o nome de «Edifício sobre a Água».

Além do projeto arquitetónico, o mobiliário, os candeeiros e os tapetes do edifício foram também desenhados em Portugal.

«É uma produção portuguesa e só mostra que Portugal tem capacidade para exportar e há boa recetividade para os nossos produtos», comentou Siza Vieira.

Siza Viera, 81 anos, ganhou o Prémio Pritkzer (o Nobel da Arquitetura) em 1992. Wang Shu, o unico chinês distinguido até hoje com aquele galardão, considera-o «um mestre».

Em declarações prestadas esta semana à agência Lusa, acerca da sua primeira obra na China, Siza Vieira disse ter encontrado «um ambiente de trabalho muito bom».

«O cliente respeitou escrupulosamente o projeto. Foi um prazer. Ultrapassou tudo o que eu esperava», afirmou.

Siza Vieira e Carlos Castanheira, que se encontram na China desde há semanas, partem no domingo para Macau, para desenvolverem um projeto de renovação de um histórico hotel da cidade, regressando a Portugal na próoxima quinta-feira.

Entretanto, em Taiwan, inauguraram um edifício de apoio a um campo de golf e, em Hangzhou, no leste da China, assisitiram ao arranque da construção de um museu, dois projectos desenhados pela mesma parceria.