A GNR anunciou esta sexta-feira a apreensão de mais de meia centena de animais de espécies protegidas e autóctones, incluindo um primata, que se encontravam numa quinta situada na freguesia de Várzea, no concelho de Arouca.

Segundo a GNR, os animais foram apreendidos na passada quinta-feira, durante uma busca realizada no âmbito de uma investigação relacionada com o furto de aves.

A operação levada a cabo por militares da GNR de Oliveira de Azeméis e de Santa Comba Dão contou com o apoio de técnicos do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Entre os animais apreendidos estava um primata, da espécie callithrix jacchus, que foi entretanto entregue ao zoo da Maia e 52 aves, umas autóctones e outras protegidas pela Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES).

Da ação resultou também a apreensão de quatro armas (duas caçadeiras de canos serrados e duas armas de calibre desconhecido) e diversas munições de vários calibres.

Foram ainda elaborados dois autos de contraordenação, um por detenção de espécie selvagem proibida (primata) e outro por detenção de espécies autóctones.

O proprietário da quinta, um homem de 42 anos, foi notificado para apresentar a documentação relativa às restantes espécies.