A CGTP decidiu alterar o programa relativo ao protesto convocado para sábado, em Belém, devido às temperaturas elevadas previstas para Lisboa, disse esta sexta-feira à Lusa o representante da Intersindical, Armando Farias.

Perante a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) «de elevadas temperaturas, consideramos que não devia haver o desfile e apenas a concentração junto à residência oficial do Presidente da República, em Belém», afirmou o membro da comissão Executiva da central sindical.

Inicialmente, estava prevista uma concentração na Rua da Junqueira, junto à Cordoaria Nacional, pelas 15:00, seguida de um desfile até Belém, onde o secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, deveria intervir pelas 16:00.

Entretanto, e devido aos alertas da Direção Geral de Saúde (DGS) e do IPMA, a Intersindical optou por realizar «apenas a concentração» junto à residência de Cavaco Silva, às 15:00.

Para sábado estão previstos mais de 41 graus em Lisboa, valor que se aproxima do máximo histórico atingido na capital que foram 42 graus em 2003.