"A primeira vez que ouvi falar dele, no início dos anos 2000, foi num evento no qual inaugurou um busto do Aristides de Sousa Mendes. Fui para outros rumos, estava a fazer um documentário, mas guardei a história para que eu pudesse falar dele numa ficção", afirmou a autora à Lusa, por telefone.