O despiste de um carro de bombeiros em Arganil, no distrito de Coimbra, fez, nesta terça-feira, cinco feridos, sabe a TVI.

Dois dos bombeiros feridos tiveram de ser desencarcerados e um deles encontra-se ferido com gravidade, mas sem correr risco de vida. Sofreu uma fratura exposta e foi transportado de helicóptero para o hospital de Coimbra.

De acordo com a Proteção Civil, os cinco bombeiros voluntários, com idades entre os 25 e os 55 anos, eram oriundos da corporação de Paços de Arcos. O comandante Rui Laranjeira, da ANPC, disse à Lusa que a equipa deslocava-se numa viatura de combate a incêndios que integrava uma coluna de Lisboa.

O acidente ocorreu às 12:41 na localidade de Sobral Magro, freguesia de Pomares, Arganil.

Os bombeiros estavam em Arganil a combater o incêndio que começou na sexta-feira em Pampilhosa da Serra e que depois alastrou a este município, e que foi hoje dominado.

De acordo com a Proteção Civil, para o local foram enviados 17 operacionais, oito veículos e ainda um helicóptero.