A um cenário desolador junta-se um número avassalador. Desde o início do ano, mais de 90.000 hectares foram consumidos pelas chamas em Portugal. Um valor que já está muito acima da média anual de área ardida verificada entre 2008 e 2015 - um pouco mais do que 70.000 hectares. Os dados são do Sistema Europeu de Informação de Fogos (EFFIS), que, através de imagens de satélite, monitoriza os incêndios florestais e a área ardida. 

Na última semana, os bombeiros portugueses lutaram contra as chamas horas a fio, tantas vezes até à exaustão. Do Norte à ilha da Madeira, as nuvens de fumo encheram os céus e as labaredas gigantes galgaram encostas e aproximaram-se perigosamente de povoações. No Funchal, três pessoas morreram e dezenas de habitações foram destruídas.

As imagens deram-nos conta das paisagens apocalípticas. Agora, acrescem os números: até 31 de julho tinham ardido 7.461 hectares em Portugal, mas em 12 dias o valor disparou - até 12 de agosto, esta quinta-feira, já tinham ardido mais de 90.000 hectares.

No final do mês de julho, um relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas publicava dados animadores: até 31 de julho, o ano de 2016 tinha registado o terceiro valor mais baixo em número de ocorrências e o quarto valor mais baixo em área ardida, desde 2006. Foram registados 7.461 hectares de área ardida.

Mas em agosto tudo o fogo levou. Agora, a área ardida desde o início do ano ultrapassou a média anual registada desde 2008.

Ainda não há novos dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, mas já é possível ter a dimensão dos estragos causados pelos incêndios desde o início do mês através dos números do Sistema Europeu de Informação de Fogos (EFFIS).

Segundo o EFFIS, a 12 de agosto a área ardida em Portugal ultrapassou os 90.000 hectares. São 93.111 para sermos mais precisos.

Um valor que é muito superior à média de área ardida para o mesmo período verificada em anos anteriores e que é, de resto, superior à média de área ardida anual verificada entre 2008 e 2015 - 73.480 hectares de floresta.