Uma criança nasceu quinta-feira à noite numa ambulância dos Bombeiros de Arcos de Valdevez, durante o transporte da mãe para o Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, disse à Lusa o comandante da corporação.

De acordo com Filipe Guimarães, os bombeiros foram chamados às 22:22 de quinta-feira à residência da mãe, na freguesia de Grade, iniciando então o seu transporte para a maternidade do hospital distrital.

Percorrido apenas cerca de quatro quilómetros, a mulher entrou em trabalho de parto e os dois socorristas que seguiam na ambulância, tiveram que parar a viatura, tendo concluído que o parto teria de ser realizado de imediato, no interior da viatura.

"Pararam a ambulância na freguesia de Giela e quando a ambulância Suporte Imediato de Vida (SIV) chegou ao local a criança já tinha nascido. Os socorristas ficaram todos contentes", afirmou o comandante da corporação, adiantando que o nascimento decorreu sem problemas.

Após o parto, mãe e a filha recém-nascida foram transportadas para a maternidade do hospital de Viana do Castelo, a cerca de 50 quilómetros de distância.

Filipe Guimarães adiantou tratar-se do segundo filho da mulher de 27 anos de idade e sublinhou que os bombeiros já não assistiam a um caso destes há algum tempo.
 

"No passado, temos várias situações de partos nas nossas ambulâncias, mas, nos últimos tempos, é coisa rara"


Todos os partos da área do distrito de Viana do Castelo são encaminhados para a maternidade do Hospital de Santa Luzia, na capital do Alto Minho.