A GNR de Setúbal anunciou hoje a apreensão de 49 aves detidas em cativeiro de forma ilegal, que foram entregues ao Centro de Recuperação de Aves Selvagens, em Monsanto.

"No âmbito de uma participação apresentada através da Linha SOS Ambiente e Território GNR, um cidadão denunciou a detenção de um falcão em cativeiro, numa garagem na cidade de Setúbal", refere a GNR em comunicado.

O Núcleo de Proteção e Ambiente do Destacamento Territorial de Setúbal deslocou-se ao local mas em vez de um falcão, as autoridades encontraram de 49 aves detidas em cativeiro ilegalmente.

Foram apreendidos 24 pintassilgos, 15 tentilhões, dois pintarroxos, duas chamarizes, duas escrevedeiras-amarelas, um pisco, um estorninho, um híbrido de pintassilgo e um cruza-bico.

As aves foram entregues no Centro de Recuperação de Aves Selvagens, em Monsanto, Lisboa.