A GNR anunciou esta quarta-feira que deteve sete homens e apreendeu 1.314 doses individuais de heroína e cocaína, armas e mais de dois mil euros em moeda do Banco Central Europeu durante uma operação policial em Lagoa.

Fonte do Comando Territorial de Faro da GNR explicou à Lusa que a operação de combate à criminalidade decorreu ao início da manhã de terça-feira, numa «antiga fábrica de conservas em Mexilhoeira da Carregação», no concelho algarvio, tendo sido cumpridos 23 mandados de busca domiciliária e três mandados de busca a viaturas automóveis.

A operação, que surgiu na sequência de uma investigação ao tráfico de droga iniciada no final de 2012, pela GNR de Silves, culminou com a detenção de cinco homens indiciados por tráfico de estupefacientes e uma detenção por posse de arma ilegal, adiantou a mesma fonte policial.

Foi ainda detido um cidadão com mandado de cumprimento de pena de prisão, duas pessoas foram notificadas para abandonar voluntariamente Portugal e oito pessoas foram constituídas arguidas no âmbito do processo por tráfico de droga.

Na antiga fábrica de conservas foram apreendidas 1.152 doses individuais de heroína e 162 doses individuais de cocaína, 2.063 euros em moeda do Banco Central Europeu, duas pistolas de alarme, duas facas de abertura automática e três balanças digitais e diversos telemóveis.

Os detidos, todos homens entre os 38 e 60 anos, vão ser hoje presentes ao Tribunal judicial de Portimão para conhecerem quais as medidas de coação que lhes vão ser aplicadas.