A GNR anunciou hoje a apreensão de material falsificado no valor de 22.600 euros, durante uma ação de fiscalização na zona do Martim Moniz, em Lisboa.

De acordo com esta autoridade policial, o Destacamento de Ação Fiscal de Lisboa da GNR desenvolveu uma ação nesta zona lisboeta na quarta-feira, tendo apreendido 1392 relógios, 157 óculos e 64 malas.

Segundo a GNR, a apreensão deste material resulta da prática do crime de contrafação de marcas registadas, o que viola o código da Propriedade Industrial.

Durante a ação de fiscalização foram ainda apreendidos 75 maços de tabaco, por violação ao código dos Impostos Especiais sobre o Consumo, uma vez que não apresentavam o selo legal.